Por que os relacionamentos modernos são tão frágeis?

Os relacionamentos modernos tornaram-se como o oportunismo, onde o conforto é a prioridade. Podemos estar com uma pessoa desde que a harmonia e o amor reinem no relacionamento. Assim que a euforia é substituída por desentendimentos e brigas, começamos a procurar um substituto. Cada casal enfrenta vários desafios.

1. Não estamos suficientemente preparados.

Muitas vezes não estamos prontos para nos comprometer, nos sacrificar e amar assim, sem quaisquer condições. Não queremos esperar, precisamos de tudo de uma vez. Nós próprios não permitimos que nossos sentimentos cresçam, levando-os a um período de tempo.

2. Confundimos amor com outros sentimentos.

Queremos encontrar alguém que vá conosco ao cinema ou a uma boate, não alguém que vai entender e apoiar nos momentos de tristeza mais profunda. Não gostamos de viver aborrecidos, por isso estamos à procura de uma companhia divertida que possa transformar a nossa vida numa aventura. No entanto, nem sempre estamos prontos para as mudanças que inevitavelmente ocorrem após um período de paixão e simpatia mútua.

3. Estamos imersos na vida cotidiana.

Com o tempo, não temos tempo e espaço para o amor, pois estamos muito ocupados em busca de bens materiais.

4. Esperamos resultados imediatos.

Quando acabamos de nos apaixonar, já queremos ver amadurecida a relação com nosso companheiro, embora essa maturidade, como a compreensão mútua, venha com o passar dos anos. A maioria das pessoas modernas acredita que absolutamente nada nesta vida vale seu tempo e paciência, nem mesmo o amor.

5. Adoramos negociar.

Muitos de nós preferiríamos passar uma hora com cem pessoas diferentes do que um dia com uma. No mundo de hoje, existe a opinião de que é muito melhor conhecer pessoas do que conhecê-las. Somos gananciosos e queremos tudo de uma vez. Entramos em relacionamentos e os encerramos assim que temos uma "opção" melhor. Não damos tudo de melhor para a pessoa, mas queremos que ela seja perfeita. Encontramos muitos, mas damos uma chance a alguns.

6. Nós nos tornamos viciados em tecnologia.

A tecnologia nos aproximou de um ponto em que ficou difícil respirar. A comunicação ao vivo mudou textos, mensagens de voz, chats e chamadas de vídeo. Não precisamos mais passar tempo juntos. Já sabemos muito um sobre o outro. Não temos nada para discutir.

7. Não podemos sentar em um lugar.

Acreditamos que não somos feitos para relacionamentos e até mesmo a ideia de que devemos nos estabelecer causa medo. Não associamos mais nossas vidas a uma pessoa e evitamos a permanência.

8. Nós nos tornamos "sexualmente livres".

A geração atual começou a separar o sexo do amor. Primeiro, as pessoas fazem sexo e só então decidem se são adequadas uma para a outra. Hoje, o sexo fora do casamento se tornou a norma, e os conceitos de "relacionamento livre", "sexo para amigos", "sexo por uma noite" estão firmemente estabelecidos na vida cotidiana moderna.

9. Passamos a confiar demais na lógica.

Poucos da geração moderna são capazes de amar de todo o coração, superando as dificuldades associadas ao tempo e à distância.

10. Temos medo de muitas coisas.

Temos medo de novos relacionamentos, decepções, feridas mentais e um coração partido, por isso não permitimos que muitas pessoas entrem em nossas vidas, cercando-as com paredes invisíveis, além das quais nós mesmos às vezes não podemos sair.

11. Não valorizamos mais os relacionamentos.

Não nos custa nada abandonar a pessoa que nos ama. Estamos muito frustrados com aqueles que nos rodeiam.